Uma das coisas mais comuns em jogos online é a ofensa descarada e enraivecida de alguns jogadores contra outros, às vezes por um comportamento inadequado ou prejudicar a jogatina em si, isso é normal. Mas algo que nunca se espera saber é que alguém foi preso por causa disso – É o que aconteceu durante uma partida do MOBA(Massive Online Battle Arena) da Riot Games, League Of Legends.

Justin Carter, de 19 anos, comentava e discutia com os parceiros de equipe após uma partida do jogo, até que em um dos comentários, segundo seu pai, o garoto disse: “Pode crer, eu tenho problemas mentais mesmo, vou atirar em uma escola cheia de crianças e comer o coração de todas elas enquanto ainda estão vivas”.

Após ter o comentário visto por uma canadense, esta, em anonimato, informou o endereço do garoto à polícia. Endereço talvez até irônico por assim dizer,  já que o mesmo é localizado próximo a uma escola de ensino fundamental, algo que não colaborou para a causa do rapaz. Justin Carter, agora com 19 anos, está na cadeia desde fevereiro aguardando julgamento.

O comentário provavelmente seria uma referência ao atentado à escola de Sandy Hook, nos Estados Unidos, em que o atirador fez 28 vítimas em que a maioria delas foram crianças entre 6 e 7 anos de idade. Obviamente não é atentado a se levar na brincadeira, apesar de que o pai afirma que o filho não fica muito antenado nas notícias e fica vidrado nos jogos online.

Claro que ainda é cedo para julgá-lo, mas para quem pensa que a “zuera” fica apenas no facebook ou na Internet….

Fonte: Kotaku