http://imguol.com/c/entretenimento/2013/09/19/uol-jogos-1379605408068_1920x1080.jpg

Depois de inúmeros jogos de luta para diversas gerações de consoles, a série “Dragon Ball” busca mais uma vez uma nova identidade com “Battle of Z”.

Desta vez, o jogo foca em batalhas entre equipes, permitindo escolher dentre mais de 70 guerreiros diferentes, incluindo os vilões inéditos do recente filme “Batalha dos Deuses” e a nova transformação divina de Goku.

Com versões para PlayStation 3, Xbox 360 e PSVita, o visual impressionou pela rapidez e a imensidão das arenas.

Combates desenfreados

Até oito lutadores voam e trocam porradas simultaneamente em cenários gigantescos, com alguns obstáculos pontuando o terreno. Jogando sozinho com colegas controlados pela máquina, é possível definir estratégia diferentes com toques no direcional digital.

O sistema de mira automática funciona e, assim como nas últimas incursões 3D de “Dragon Ball”, há uma série de ataques diferentes para usar: golpes corpo-a-corpo, rajadas curtas de energia, poderosos especiais (como o Kamehameha) e comandos que iniciam ‘perseguições’ pelo cenário, exigindo que você aperte o botão indicado na hora para continuar atacando o adversário.

De maneira, “Battle of Z” exala uma sensação de “Smash Bros.”, já que permite fazer combates dos sonhos, muito loucos em relação à cronologia. O próprio trailer do game divulgado na feira mostra isso: uma equipe de quatro Gokus (cada um com uma transformação super saiyajin diferente) enfrenta um time de Freezas (cada um também em uma forma diferente). A pancadaria frenética e divertida reforça ainda mais essa impressão.

Outros aspectos promissores que não pudemos testar são as lutas contra inimigos gigantes e os embates online. Se tudo isso funcionar direito, “Battle of Z” será uma excelente opção para os fãs de Goku e seus amigos matarem saudades da série.

“Dragon Ball: Battle of Z” terá legendas em português (nada de dublagem) e está previsto para dia 28 de janeiro em versões para PS3, X360 e PS Vita.

Fonte: UOL Jogos