Há algum tempo atrás, os Estados Unidos afrouxaram o acesso aos dados dos seus satélites, permitindo cidadãos comuns terem imagens de altas resoluções (Pelo Google/Microsoft). Agora a Rússia também quer entrar na brincadeira e declarou que os dados de sensoriamento remoto que recolhem a partir de satélites civis estão disponíveis para acesso público.

Se você quiser controlar a expansão urbana de São Petersburgo, você provavelmente vai conseguir. Funcionários estão ansiosos para angariar vantagens para as empresas russas que dependem de mapas, entretanto isso também vai ajudar o pessoal que quer saber como o mundo funciona.

Será que liberam o uso aqui no Brasil ?

Via Engadget