O antigo costume que a Ubsifot tinha de lançar todo um ano um novo jogo da franquia Assasin’s Creed parece que voltou. Confira o que achamos sobre Assasin’s Creed: Odessey.

Assasin’s Creed Odessey é um jogo que veio para beber a fonte do seu antecessor.

Não me leve a mal quando digo isso, mas todos nós temos que concordar que o novo jogo da franquia Assassin’s Creed é basicamente seu antecessor mas com alguns detalhes diferentes.

A sua jogabilidade é basicamente a mesma, onde podemos andar, correr, pular, andar a cavalo, correr, lutar e interagir com NPC’s. Quase que toda a jogabilidade foi reciclada do ultimo jogo (que de longe possuiu uma jogabilidade excelente) então nada mudou muito. A única coisa presente em Odessey de “novo” é o retorno de alguns bugs, o jogo é extremamente pesado até para computadores de última geração, e é claro que veríamos vários problemas acontecendo com o jogo. Os bugs não são recorrentes mas alguns deles conseguem te deixar bem bravo e atrapalhar um pouco sua jogatina. Uma coisa muito boa são as batalhas navais que foram aperfeiçoadas e estão mais “realistas” e mais fáceis de se aprender e conseguir manosear sua embarcação melhor

Os gráficos são obviamente lindos, talvez isso é uma das coisas que tenham realmente mudado do Origins para o Odessey. Lógico, saímos do Egito antigo para irmos diretamente para a Grécia antiga, com cidades mais belas que as outras , e com um forte reconhecimento a Atenas, que ficou uma das cidades mais belas do jogo. Como disse a cima o jogo é pesado, então para rodar ele bem no seu PC é preciso ter algumas configurações tope de linha. Nos consoles não é necessário, mas qual é a graça de se jogar em uma TV gigante sem chegar aos desejados 60 FPS? Graças ao jogo ser pesado, muito de suas configurações pesam muito que as vezes fazem com que sua maquina (mesmo sendo topo de linha) de umas levas engasgadas. No meu caso o meu jogo crashou umas 2 vezes durante todo o meu gameplay.

A trilha sonora como sempre é maravilhosa e junta músicas da época com músicas eletrizantes, principalmente para as batalhas navais que fazem elas ficarem muito melhores do que já são. Confira a trilha logo abaixo:

A história não tem muito mistério, o que muda dessa vez é que podemos ver a história de dois pontos diferentes, podemos jogar com Alexios e com a Kassandra, irmãos e que nós apresentam uma história diferente e relações com outros personagens distintas um dos outros. O jogo se passa na Grécia Antiga (como já foi falado antes) e tem como palco principal a Guerra do Peloponeso que ocorreu no final do grande domínio da Grécia pelo mundo antigo e principalmente no final da tão famosa democracia grega, o legal desse jogo é que podemos ver o mundo grego se despedaçando ao longo do caminho com a guerra e como ela influencia as duas cidades (Esparta e Atenas). Mas o importante é dizer que podemos viajar para QUASE todo a Grécia e algumas regiões que pertenciam a Grécia na antiguidade. Tudo isso faz com que a história do jogo seja bacana, mas sem nada que o torne o melhor jogo da franquia, acabei achando a história até um tanto quanto cansativa em alguns momentos do meu gameplay.

Como de costume a quase 5 anos aqui no Brasil o jogo está TOTALMENTE localizado para o português brasileiro, tanto seus menus, legendas e dublagem. Que como sempre estão de altíssima qualidade.

Confira o trailer logo abaixo:

Assasin’s Creed: Odessey já está disponível para Playstation 4, PC e Xbox One

Uma cópia do jogo de PC foi cedido pela Ubisoft para ser feito a análise.

[Análise]- Assassin's Creed Odyssey
4.3Muito Bom
Roteiro
Gráficos
Trilha Sonora
Jogabilidade
Enredo