vwipudqsexnrqpavydtw2

Talvez estejamos bem perto das viagens até Marte. Sexta-Feira passada a NASA anunciou que a roverMars 2020 vai levar um item interessante para a atmosfera de Marte. Uma máquina que suga o dióxido de carbono da atmosfera marciana e o transforma em oxigênio puro para ser usado como combustível, o MOXIE. E isso poderá ser usado como oxigênio, para os entusiastas que morarem por lá.

O Mars Oxygen In-Situ Resource Utilization Experiment (MOXIE) é um dos sete instrumentos que estarão afixados ao rover 2020, que totaliza aproximadamente US$130 milhões em equipamentos. Michael Meyer, cientista chefe do Projeto Exploração de Marte fala um pouco sobre as possibilidades do Moxie:

Ele é extremamente útil para o futuro da produção de combustível para foguetes e para quando os seres humanos forem explorar Marte. É um grande passo no sentido de ajudar a futura exploração humana do planeta vermelho.

Claro que quando a NASA colocar a máquina em Marte, em 2020, ela servirá principalmente como um dispositivo de testes para analisar a atmosfera marciana, a gravidade do lugar e outras condições ambientais que afetam a produção de oxigênio. Como Bill Gerstenmaier, da NASA, explicou:

Nós não estaremos exatamente usando o oxigênio, mas vendo como podemos criá-lo, quais são os níveis de produção, qual é a eficiência. É sobre esse tipo de coisas que queremos aprender usando o MOXIE. Se você puder fazer um propulsor para ser usado na fase de subida, quando estivermos deixando o planeta, isso realmente muda a missão. Ou se você puder criar a armazenar oxigênio antes da chegada de uma equipe, você terá um ambiente habitável quando eles chegarem lá.

O mais bacana, é que uma tecnologia parecida foi usada para criar oxigênio na Estação Espacial Internacional durante muito tempo, mas o 2020 vai ser a primeira vez em que a NASA coloca a máquina em outro planeta.

Será que em uns 20 anos, já estejamos fazendo viagens interplanetárias? Seria incrível!

Via Gizmodo