Depois do sucesso enorme de Invocação do Mal em meados de 2013, o diretor e produtor James Wan decidiu criar um universo de filmes de terror que estão interligados, assim surgiu Annabelle, Invocação do Mal 2 e A Freira. Agora viajamos para uma lenda antiga mexicana onde conhecemos a Chorona. Confira o que nós achamos de A Maldição da Chorona:

Falando do seu desenvolvimento, A Maldição da Chorona é um filme muito lento, mesmo para os filmes de terror (que por si só já são lentos). O filme demora para pegar jeito e quando pega acelera e perde o ritmo e quando percebemos o filme já acabou.

Filmes de terror sempre chamaram atenção pelos seus efeitos especiais presente, mas diferente de muitos filmes de ação onde temos muitos efeitos computadorizados na saga de filmes criado pelo diretor James Wan temos a presença de muitos efeitos práticos, principalmente no espirito, que é uma pessoa maquiada atuando juntamente com outros personagens (trazendo assim um maior realismo a cena). E de fato essa é uma das melhores coisas em A Maldição da Chorona. A fotografia também tenta ser boa, mas diferente dos últimos filmes do mesmo universo ele não consegue criar um clima assombração.

A trilha sonora em filmes de terror são uma das principais coisas, uma boa trilha faz com que o clima de suspense e em terror se instaure para quem estar assistindo, potencializando assim a tensão do espectador. Em A Maldição da Chorona a trilha sonora é uma das únicas coisas que consegue se salvar e ser boa, dando medo realmente. Confira a trilha logo abaixo:

A história nem sempre é um ponto tão importante em filmes de terror, mas com certeza precisamos de uma história que nos envolva minimamente. Em A Maldição da Chorona a história é deixada totalmente de lado. Pegaram uma ótima lenda onde poderiam explorar muito mais a entidade, mas ao invés disso tentaram emplacar um personagem com senso de humor que agrada poucos, deixando de lá a assombração e focando bastante em outros personagens não tão importantes. Acredito que poderiam ter feito muito melhor, já que a lenda que cerca a Chorona é muito boa, mas por falta de cuidado com o roteiro, a personagem não foi muito bem explorada. A ligação com outros filmes do Universo criado pelo diretor James Wan é quase que nula em A Maldição da Chorona, parece que o filme não se encaixa com nenhum outro filme da série.

A atuação em geral é bem fraca e não consegue convencer direito ninguém, muitas cenas são extremamente forçada e não passam quase nenhum realismo.

Confira o trailer legendado logo abaixo:

Na Los Angeles da década de 1970, uma assistente social criando seus dois filhos sozinha depois de ser deixada viúva começa a ver semelhanças entre um caso que está investigando e a entidade sobrenatural La Llorona. A lenda conta que, em vida, La Llorona afogou seus filhos e depois se jogou no rio, se debulhando em lágrimas. Agora ela chora eternamente, capturando outras crianças para substituir os filhos.

A Maldição da Chorona já está em exibição nos cinemas brasileiros

Crítica- A Maldição da Chorona
3.1Bom
Roteiro
Efeitos Especiais
Fotografia
Trilha Sonora
Atuação
Votação do leitor 0 Votos