Streets of Rage foi lançado originalmente em 1991, uma época em que os games estavam engatinhando para se transformar no que são hoje. Muitos gêneros da época como, beat ’em up estavam populares, eram uma febre, todos queriam as publicadoras de jogos queriam um beat ’em up para chamar de seu, mas ao longo do tempo o gênero foi decaindo e dando espaço para novos gêneros. Não demorou muito tempo para o jogo ter continuação e logo no ano seguinte, 92, chegava Streets of Rage 2 e dois anos depois o terceiro game, fechando com sucesso a franquia. Mas os fãs sempre ficaram na espera de um quarto e novo game, mas como o estilo beat ’em up estava em decadência ele nunca veio.

Mas eis que em 2019, foi anunciado que a SEGA estava iria publicar um novo jogo da franquia Streets of Rage , Streets of Rage 4, um jogo com gráficos para a nova geração, jogabilidade melhorada e com novos conteúdos. É claro que o hype ficou lá em cima com esse anúncio, mas será que depois de tantos anos Streets of Rage conseguiu trazer de volta o gênero beat ’em up?

Jogos beat ’em up é um estilo de jogos focado em combate corpo a corpo onde enfrentamos ondas e mais ondas de inimigos vindo em sua direção enquanto anda, na maioria das vezes para frente. Ao chegar no final da fase, nos deparamos com o chefe daquela fase.

Streets sempre foi uma referência no estilo de jogo, com gráficos sempre bonitos e jogabilidade extremamente divertida, marcou todos aqueles que se aventuraram em seu mundo. E não foi nada diferente com o seu quarto jogo. Ele manteve a essência de seus antecessores, mas trouxe novidades, gráficos retrabalhados, nova história e uma nova trilha sonora.

O jogo está lindo, com um pouco mais retro, mas ainda com gráficos cartoonizado. O cenário também está bem trabalhado, com muitas cores e coisas diferentes para se fazer. Ao longo do caminho, podemos encontrar diversas caixas, que, depois de serem quebradas podem dar ao jogador dinheiro para comprar vida, estrelas para melhorar a pontuação, comida para regenerar o nosso HP ou até armas que dão mais dano em nossos inimigos. O jogo é divertido e desafiante, mas não frustrante, mantendo o equilíbrio para trazer novos jogadores para franquia e divertir os velhos conhecidos da franquia. Os inimigos também foram todos retrabalhados, agora com visuais novos e atualizados, mas nada muito pesado, sendo possível rodar o game em computadores não dedicados para jogos.

A trilha sonora é um dos pontos fortes do jogo, com ótimas músicas que misturam desde música eletrônica até hip-hop, todas instrumentais e que dão um ar de nostalgia quando jogado. Temos a opção dentro do jogo para trocar a trilha nova pela a retro que continua sendo muito boa.

A história é uma das últimas coisas que você deve prestar atenção em Streets of Rage 4. Ela é bem simples e só serve para justificar a porrada, não temos diálogos ou cutscens no jogo, apenas algumas animações com legendas que apresentam os chefes do jogo e os personagens que jogamos.

Dentro do jogo temos uma opção de ver a galeria de personagens, contando a história de todos os heróis que podemos jogar e os vilões já conhecidos que enfrentamos, mostrando também suas outras versões nos jogos antigos.

No final, Streets of Rage 4 traz de volta toda a nostalgia dos jogos de Mega Drive onde a saga se popularizou e faz com que o gênero beat ’em up renasça das cinzas

Confira o trailer do jogo logo abaixo:

Streets of Rage 4 já está disponível para Playstation 4, Xbox One, PC e Nintendo Switch.

O jogo foi testado em PC. A cópia em que testamos foi cedida pela SEGA.

 

Análise - Streets of Rage 4
4.3Muito Bom
Jogabilidade
Gráficos
Trilha Sonora
Roteiro
Votação do leitor 0 Votos