A cultura sul-coreana nunca esteve tão presente na mídia quanto está hoje em dia. As pessoas consomem coisas nascidas lá e muitas vezes nem sabem. Isso se repete em quase tudo hoje, seja na tecnologia ou no audiovisual. Um dos maiores exemplos no cinema é o filme “Parasita” que ganhou diversos prêmios internacionalmente e o de Melhor Filme do Ano no Oscar 2020. Uma das maiores surpresas do ano quando se é falado de animes foi o Tower of God, manhwa da Coreia do Sul.

O mangá ou melhor manhwa é parte do selo Crunchyroll Originals, sendo produção financiadas e supervisionadas pela gigante do streaming e é claro que a marca não decepcionaria os fãs.

O anime de cara é um pouco complicado em seu começo, mas ao decorrer dos episódios as coisas vão sendo explicadas (bem aos poucos) e vamos começando a entender o que realmente está acontecendo naquele mundo e o que seria a Torre e o que tem em seu topo.

Os traços são bem bonitos e o anime é bastante sangrento e violento, trazendo um ar um pouco mais adulto, o que junta com personagens evolventes, fazendo a atmosfera do anime muito boa.

A história, mesmo parecendo ser simples é cheia premissas e coisas um pouco mais complicadas do que se parece. A série se passa em um mundo fictício onde existe uma torre com proporções desconhecidas, que basicamente habitam a maior parte da civilização daquele lugar. Nessa torre, existem diversos andares diferentes, cada um com o seu ecossistema diferente do outro. Mas, diversas pessoas são escolhidas para poderem subir na torre e tentarem chegar ao topo dela, tendo assim uma melhora de vida para sua família e maior reconhecimento entre os habitantes locais. Mas cada um dos andares existe testes que devem ser feitos e passados para subir na torre.

Na história, acompanhamos Bam, um menino misterioso que sem ser convidado, adentrou a Torre atrás de sua única amiga, Rachel, que possui o desejo de subir a Torre e ver as estrelas. Ouvindo assim parece ser mais uma dessas histórias de amor chicles que todos nós já estamos familiarizados, mas Tower of God consegue ser muito mais do que um simples romance, é sobre amizade, sobrevivência, empatia e muito mais. O que acaba fazendo com que a relação do protagonista fique em segundo plano.

Esse mundo é cheio de poderes místicos, mistérios e fantasia, pronta para ser desbravada e contada nas próximas temporadas que virão.

Assista o trailer logo abaixo:

 

A primeira temporada de Tower of God está disponível na Crunchyroll

 

 

Análise - Tower of God - Temporada 1
4.0Muito Bom
Animação
Desenvolvimento
Roteiro
Trilha Sonora
Votação do leitor 0 Votos