Parece que a Netflix não ficou satisfeita só com suas séries, filmes e documentários: de acordo com o The Information, a empresa começou a se aproximar da indústria dos games, conversando com veteranos e realizando os primeiros planejamentos.

Comentando ao Polygon, um porta-voz da Netflix comentou que a empresa estaria “animada para trazer mais formas de entretenimento interativo”.

“Nossos membros valorizam a variedade e qualidade de nosso conteúdo. É por isso que expandimos continuamente nossa oferta – de séries a documentários, filmes, originais no idioma local e reality shows. Os membros também gostam de se envolver mais diretamente com as histórias que amam – por meio de programas interativos como Bandersnatch e You v. Wild, ou jogos baseados em Stranger Things, La Casa de Papel e To All the Boys. Portanto, estamos animados para fazer mais com entretenimento interativo.”

Agora, a questão que nos resta saber é que tipo de desenvolvimento ou plataforma de distribuição será adotada pela empresa, que ainda de acordo com a reportagem indica que a primeira sugestão foi da criação de algo semelhante ao Apple Arcade, um serviço de assinatura que oferece jogos exclusivos por um custo mensal.

O serviço de streaming já bebeu um pouco da indústria, trazendo adaptações como o anime de Castlevania e a adaptação dos livros de The Witcher (que, por sua vez, se popularizou pelos jogos), sem contar nas mais recentes notícias da série animada de Resident Evil.

+LEIA TAMBÉM: RESIDENT EVIL: NO ESCURO ABSOLUTO – COMO A SÉRIE SE CONECTA À FRANQUIA?

Conforme foi apontado acima, a Netflix também já colaborou com outros games no passado, trazendo à vida alguns jogos de Stranger Things juntamente da desenvolvedora BonusXP e o desenvolvimento do filme interativo Bandersnatch, do universo da série Black Mirror.