To the Rescue! é o novo simulador imersivo 2D da Little Rock Games, distribuído pela Freedom Games, no qual você cria seu próprio canil e ajuda cachorrinhos a encontrarem novos lares.

+LEIA TAMBÉM: CAT CAFE MANAGER NA E3 2021 – ENTREVISTAMOS OS DESENVOLVEDORES!

A premissa do jogo é simples, mas aquece o coração do jogador logo no começo: um dia, seu personagem encontra um cãozinho perdido na rua, e decide levá-lo para o canil da cidade. Porém, chegando lá, não há lugar para o pequenino, então você deve cuidar dele e procurar por seu dono.É neste momento que o jogador é apresentado às mecânicas primárias do jogo: como cuidar dos cachorros, alimentá-los, dar banho, aumentar sua saúde e felicidade.

Neste meio tempo, os panfletos que seu personagem resolve espalhar pela cidade funcionam, e os donos do cachorrinho perdido aparecem para buscá-lo. Depois essa cena, somos transportados para cinco anos no futuro, quando o personagem já criou seu próprio canil após esta experiência de sucesso, e é aí que o jogo começa de verdade. Um dos desenvolvedores do jogo, Tanner Marshall, conta que essa cena de abertura foi inspirada em um cachorrinho perdido que apareceu realmente em sua porta, o que apenas torna tudo ainda mais fofo. 

Seu trabalho em To The Rescue! é manejar e desenvolver seu próprio canil, utilizando as mecânicas aprendidas anteriormente para cuidar dos diversos cachorros que chegam todos os dias. Cada um deles possui uma ficha própria, com seu nome, tamanho, personalidade, preferências de comida, e se precisam de cuidados especiais. Você deve construir gaiolas para conter os cães já que dois não podem ocupar a mesma, dar comida, cuidar da saúde, e expandir seu canil para desbloquear mini games que entretém seus cachorrinhos. 

Cada cachorrinho possui uma ficha personalizada. Imagem: Freedom Games/Divulgação

Fora esta parte central, pessoas aparecerão para adotar os caninos e você será responsável por juntar os humanos com seus parceiros ideais de quatro patas. Cada pessoa possui um nível de resistência específico; algumas pessoas desejam adotar e será mais fácil convencê-las, e outras já não parecem tão interessadas, ou possuem exigências específicas sobre o cão que querem, e será preciso que os cãezinhos estejam bem limpos, alimentados e felizes para serem escolhidos. 

Uma última mecânica que chama a atenção é a do manejo de redes sociais. Você controla a imagem do seu canil e a reputação dele, e quanto mais cãezinhos forem adotados, mais o seu estabelecimento será visto. Você pode ver as pessoas postando fotos com seus novos melhores amigos e melhorando a opinião pública sobre seu negócio. Outras ações podem prejudicar sua reputação também, entre elas a dura decisão de administrar eutanásia em um cãozinho.

É um choque quando Marshall conta sobre esta opção, pois é um jogo a princípio colorido, iluminado e fofo. O desenvolvedor explica que o jogo não é necessariamente ativista, mas deseja mostrar como canis públicos precisam de ajuda, bem como os cachorros que os habitam, e como essa decisão é difícil e dolorosa, e deve ser utilizada apenas no último dos casos.

Por isso, 20% dos lucros do jogo serão destinados aos canis e abrigos de cães na vida real. To The Rescue! ainda não possui uma data de lançamento ou uma previsão de localização para português brasileiro, mas estará disponível para PC (Steam), Mac e Nintendo Switch.