Rainbow Six Siege trará uma nova médica à Operação North Star

Rainbow Six Siege: Operação North Star

A mais nova Operação North Star chegará à Temporada 2 do Ano 6 (Y6S2) de Rainbow Six: Siege contando com o rework de Favela, uma nova operadora de suporte e cura e o rebalanceamento de diversas mecânicas como câmeras à prova de balas e o espelho da Mira. Confira!

Nova Operadora: Thunderbird

Mina Sky, também conhecida pelo seu codinome Thunderbird, será a mais nova operadora canadense a se juntar ao cada vez maior e mais impressionante conjunto de agentes de Rainbow Six Siege.

Ela porta consigo uma pequena unidade de suporte, a Estação de Cura Kona, que dispara injeções de cura automaticamente a qualquer operador que estiver próximo, logo depois entrando em tempo de recarga. A Estação aplica um efeito muito parecido com a pistola estimulante de Doc, também sendo capaz de levantar operadores caídos e de causar uma sobrecura que se dissipa rapidamente.

Mas cuidado! A Estação também pode curar inimigos, se eles chegarem perto, e também pode ser facilmente quebrada por qualquer método.

Uma defensora 1-Armor e 3-Speed, vem equipada com a SPEAR .308 AR (de Finka) e a SPAS-15 (Valkyrie) junto da pistola automática Bearing-9 e a Q-929 como escolhas secundárias. Seus gadgets serão a C4 e granadas de impacto.

Rework de Mapa: Favela

O lindo, mas odiado mapa da Favela de Rainbow Six Siege finalmente recebeu um tratamento digno: agora, boa parte do mapa deixou de ser destrutível, além da expansão e melhor conexão entre as salas dentro de cada prédio no estágio.

Confira algumas das mudanças drásticas que o mapa passará:

“Na Operação Skull Rain, experimentamos com a destruição externa de cenários […] mas exageramos um pouco. […] Isso criou muitas dificuldades aos defensores: eles não podiam rotacionar ou ancorar em certos ângulos.

A destruição externa pode ser bem divertida, como vemos em Clubhouse, mas isso realmente precisa ser usado em locais específicos.”

Favela basicamente deixará de ser um labirinto infernal pra se tornar uma experiência com menos salas, mas que serão maiores e mais concisas, criando um ambiente menos caótico mas perfeito pra combates de curto alcance.

Melhorias QOL

As melhorias de “qualidade de vida” de Siege envolverão duas mudanças simples, mas cruciais para a gameplay.

Primeiro de tudo, a remoção de buracos de bala finos nas paredes que criariam um “olho mágico” aos jogadores, essencialmente sendo um buraco visível de apenas uma das direções. O sistema de destruição de paredes, incluindo com disparos de rifles de precisão ou DMRs, não será alterado.

Além disso, não haverão mais corpos de operadores mortos no chão, que se tornarão quadrados translúcidos com o ícone do operador. Esse problema causava a obstrução de visão para alguns jogadores, mas não para outros, trazendo inúmeros problemas severos em partidas (especialmente as profissionais).

A última alteração pode ser alterada nas configurações do jogo, a depender do gosto dos jogadores.

Ah é, e não podemos esquecer: as tabelas de pontuação do jogo foram completamente redesenhadas e reprogramadas! Mais detalhes da nova interface virão em breve nas próximas atualizações da Ubisoft.

Mudanças nos canos de arma

Outra simplificação que ocorrerá com o jogo são as mudanças dos canos de armas, que agora funcionarão da seguinte forma:

  • Freio de Boca: Recentraliza a mira da arma mais rapidamente após disparar
  • Corta-Chamas: Afetará o coice vertical da arma
  • Compensador: Afetará o balanço horizontal da arma

Não haverão mudanças visuais além desse rebalanceamento e a simplificação das funções de cada arma.

Replay pós-morte

Agora, após morrer, o jogador poderá ver informações do operador que o matou e verá um replay de como o infortúnio aconteceu, trazendo ainda mais detalhes para que os jogadores possam contribuir com a equipe mesmo após serem eliminados.

Espelhos quebrados

Agora, espelhos à prova de balas do Espelho Negro de Mira, do Evil Eye de Maestro e da Câmera à prova de balas serão estilhaçados e completamente inutilizados com ataques corpo-a-corpo. O Evil Eye de Maestro ainda funcionará normalmente se abrir sua proteção, mas obviamente se tornará exposto a disparos.

Essa nova mudança previne a visão de ambos os lados, fazendo com que os gadgets de colheita de informações se tornem muito mais táticos e sensíveis ao mau posicionamento em mapas.

Propagação de gás do Smoke

Os dispositivos de gás tóxicos do Smoke foram reprogramados para não atravessar pelo chão, paredes e telhados, além de reproduzir um novo som e possuir novos visuais.

Por fim, o dano do gás tóxicos de Smoke foi aumentado a 15HP a cada 0.66 enquanto dentro da área de efeito da habilidade.

Novo sistema de Vida e Armadura

Agora, uma mudança que já era pedida por certos jogadores e que simplificará as coisas quanto a vida de Operadores: os coletes deixarão de ser modificadores de dano para se tornar parte dos pontos de vida! Sendo mais específico:

  • Armaduras serão convertidas em HP
    • Operadores 3-Armor terão 125HP
    • Operadores 2-Armor terão 110HP
    • Operadores 1-Armor terão 100HP
  • Armaduras do Rook garantem um aumento permanente de 20 pontos de HP até o fim do round
  • Quaisquer curas até esse novo valor máximo durarão até o fim do round

Essa alteração acontecerá para simplificar mecânicas “passivas” que não eram facilmente compreendidas pelos jogadores, e por enquanto APENAS ESTARÁ NO SERVIDOR DE TESTES.

O retorno de Rainbow Six Quarantine?

Segundo o popular leaker de Rainbow Six: Siege, Benjamin Strike, há uma grande possibilidade de encontrarmos um evento inspirado no próximo jogo spin-off da franquia, Rainbow Six Quarantine (ou será que é Parasite?), no mapa do Consulado.

Ainda não temos informações sobre a possibilidade desse evento ser apenas sobre skins e outros cosméticos, ou se teremos um pequeno retorno do modo Outbreak introduzido na Operação Chimera.

+LEIA TAMBÉM: RAINBOW SIX QUARANTINE: IMAGENS SUGEREM NOVO NOME COMO “PARASITE”